Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

A democracia é possível: experiências de resistência no território

Ciclo de encontros reúne ativistas, artistas, agentes culturais, educadores e profissionais do centro de São Paulo e periferias brasileiras

O Memorial da Resistência de São Paulo, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, e o Sesc São Paulo, através da unidade Bom Retiro, realizam o Ciclo de Encontros A Democracia é possível: experiências de resistência no território, de 19 a 28 de agosto de 2021. A programação busca refletir sobre a realidade, os desafios e as potencialidades do entorno comum de ambas as instituições, o bairro da Luz e o centro de São Paulo, apresentando ações socioculturais de resistência no território e em outras regiões periféricas brasileiras.

Os encontros serão transmitidos ao vivo pelo Facebook e Youtube do Memorial da Resistência e do Sesc Bom Retiro e organizados em três mesas, realizadas em uma quinta-feira, 19 de agosto às 19h, e aos sábados, dias 21 e 28 de agosto, às 15h.

Entre as presenças confirmadas estão integrantes de iniciativas como o Centro de Convivência É de Lei, voltado à redução de danos; o Coletivo Tem Sentimento, projeto de geração de renda com e para mulheres cis e trans na região da chamada Cracolândia; o Birico, grupo que também atua no entorno articulando geração de renda a partir da produção e venda de trabalhos de arte; a Comunidade Cultural Quilombaque, que promove a produção e a difusão da arte e da cultura no bairro de Perus e região;  o Museu das Remoções, museu comunitário a céu aberto localizado na Vila Autódromo, comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, entre outros.

O ciclo de encontros acontece em ocasião da exposição Yona Friedman: Democracia, em cartaz no Memorial da Resistência, dedicada à produção do arquiteto, artista, sociólogo e antropólogo franco-húngaro (1923-2020). As mesas partem de ideias tratadas por Friedman, como a luta em defesa dos direitos humanos, da autonomia dos indivíduos e do exercício da democracia na cidade, para compartilhar experiências em torno de práticas artísticas, sociais e educativas no território onde atuam os convidados.

Para promover a aproximação e a troca de experiências entre os equipamentos culturais, museus e outras instituições vizinhas ao Memorial da Resistência e Sesc Bom Retiro, a programação inclui ainda uma mesa virtual, dessa vez sem a presença do público, formada pelas diferentes equipes educativas destas instituições. O objetivo é dialogar sobre o território comum, o compartilhamento de experiências, propostas e os desafios das ações de educação e formação existentes e em construção.

Programação do Ciclo de Encontros:

Aprender com o território: o direito à existência no centro de São Paulo
19 de agosto, quinta-feira, às 19h, com:
Carmen Lopes, Coletivo Tem Sentimento;
Everson Anderson Bonfim da Silva e Jady Maria Bandeira, Slam Moinho Resiste;
Matuzza Sankofa, Centro de Convivência É de Lei;
Mediação de Danielle Klintowitz, do Instituto Pólis.
Reunindo organizações de redução de danos, assistência social e ação cultural, o encontro volta-se para a discussão da ocupação e resistência no centro da cidade a partir da criação de vínculos com o território, a autonomia no espaço urbano e a importância de estratégias de coletivização.

Ocupar a cidade: preservação do patrimônio sociocultural da região da Luz e do centro
21 de agosto, sábado, às 15h, com:
Marcos Felipe, Cia. Mungunzá de Teatro;
Paulo Faria, Cia. Pessoal do Faroeste;
Sol Casal, Birico;
Mediação de Beth Beli, do Ilú Oba De Min.
Com a presença de iniciativas atuantes na região da Luz e sua vizinhança, a mesa virtual busca escutar sobre a construção e resistência do patrimônio sociocultural que existe na região e refletir sobre os caminhos para sua preservação.

Experimentar espaços culturais: projetos coletivos e engajamento social
28 de agosto, sábado, às 15h
Com Comunidade Cultural Quilombaque, Museu das Remoções, Movimento Sem-Teto do Centro e mediação da Casa do Povo
Compartilhando a experiência de diferentes convidados, o encontro pretende debater sobre o potencial de mobilização e de luta dos espaços culturais e a importância da participação coletiva para que se tornem cada vez mais democráticos.

Confira as transmissões ao vivo nas redes sociais:
Memorial da Resistência de São Paulo: Facebook | Youtube
Sesc Bom Retiro: Facebook | Youtube

Memorial Temporariamente Fechado

Seguindo as orientações do Plano São Paulo de combate à pandemia, o Memorial está fechado para atividades presenciais até que seja autorizado o seu funcionamento. O Memorial continua realizando atividades de maneira virtual! Para não perder nada da nossa programação online acompanhe nossos canais de comunicação.

Esperamos ver todos em breve!