Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Tarde de Memórias: Contação de histórias com o grupo Mamulengo de Si Mesmo

Atividade acontece na exposição Memórias do Futuro: Cidadania Negra, Antirracismo e Resistência

No dia 26 de novembro, a partir das 14 horas, o grupo Mamulengo de Si Mesmo, promove a contação de histórias do livro Nós de Axé, na exposição Memórias do Futuro: Cidadania Negra, Antirracismo e Resistência!

Em uma adaptação do livro de Janaína de Figueiredo, o espetáculo conta a história de uma menina que ganha uma linda fita de Nosso Senhor do Bonfim. A trama se desenrola quando, ao amarrar este presente dos céus em seu braço, ela se reconecta com seus ancestrais, abrindo um portal para a velha Bahia e a rica cultura afro-brasileira. A fita, mais do que um amuleto da sorte, era sua companheira. E, sentada debaixo de um pé de Iroko, a menina vivia e sonhava acordada uma vida de muita magia e axé.

Em novembro, o Memorial da Resistência de São Paulo celebra o Mês da Consciência Negra com uma programação voltada para a discussão racial no Brasil.  Confira a programação completa clicando aqui.

O grupo

A partir do trabalho junto à adolescentes em liberdade assistida, em 2011 nasce o grupo Mamulengo de Si Mesmo: uma companhia familiar com o objetivo de pesquisar e difundir os saberes do boneco Mamulengo e valorização da cultura negra no Vale do Paraíba e Litoral Norte, realizando apresentações e oficinas de confecção e manipulação de bonecos.

Grupo convidado na FLIP Preta de 2019, em 2020 foi premiado pelo Festival de Teatro de Rua Litoral Encena de Caraguatatuba (SP) com o espetáculo “A Linha”. Em 2021, é selecionado para o Programa de Qualificação em Artes da Poiesi com o Projeto Mamulengo Convida, para a montagem do espetáculo Quem muito cobra, cobrado será!, selecionado pelo PROAC para circulação no litoral norte de São Paulo. Com mais de dez anos e muita história, carrega parcerias de peso como Sítio Abra de Dentro, Maracatu Odé da Mata, Teatro de Trincheira, Coletivo Linhas do Mar, Mestre Lumumba, Janaína Figueiredo, Circo Navegador, Teatro Baile e muitos outros agentes e coletivos somando à missão mamulenga.