Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Liberdade – Carlos Vergara

A exposição Liberdade – Carlos Vergara apresentou obras do artista Carlos Vergara (1941, Santa Maria, RS) criadas a partir da implosão do centenário Complexo Penitenciário Frei Caneca, Rio de Janeiro, o mais antigo do país.

De seu ateliê em Santa Teresa, Vergara filmou e fotografou a implosão do Complexo, em março de 2011, e do Pavilhão Helio Gomes, ocorrida em julho do mesmo ano.

A partir das imagens, criou monotipias que serviram de base para as pinturas. Para a área externa do Memorial, criou uma instalação com portas que compunham as celas do presídio, além de fotografias realizadas durante a fundição dos metais recolhidos da implosão dos edifícios.

A trajetória do presídio implodido é semelhante a de muitos outros: levou décadas para ser construído, abrigou presos comuns e presos políticos, conheceu a superlotação, a prática da tortura, assistiu a greves e rebeliões, foi desativado e demolido.

A questão da liberdade, presente na trajetória do artista, era a indagação central da exposição: “Para onde foram essas pessoas? Quem passou por lá? O que repercutiu na história do Brasil?”, pergunta Carlos Vergara para quem as memórias não se apagam com a destruição, e os lugares perpassam o tempo e o espaço, e o “desejo de memória” pode torná-los acessíveis.

Materiais da exposição

Ficha Técnica

Curadoria
Carlos Vergara

Crítico
Moacir dos Anjos

Coordenação Geral
Suzy Muniz | Suzy Muniz Produções
João Vergara | Atelier Vergara
Kátia Felipini Neves | Memorial da Resistência de São Paulo

Direção de produção
Suzy Muniz

Gestão
Iara Faccini

Produção executiva
Lucas Lins
Rodrigo Andrade

Projeto Gráfico
Rara Dias e Paula Delecave
Zol Design

Assistentes
Daniel Sobral
Julliana Santos

Execução e Montagem
Núcleo de Expografia e Montagem da Pinacoteca do Estado de São Paulo
Claquete Cenografia

Ação Educativa
Caroline Grassi Franco de Menezes

Assessoria de Imprensa
Núcleo de Comunicação da Pinacoteca do Estado de São Paulo

Revisão de Textos
Rosalina Gouveia

Versão em Inglês
Rebecca Atkinson

Memorial Temporariamente Fechado

Seguindo as orientações do Plano São Paulo de combate à pandemia, o Memorial está fechado para atividades presenciais até que seja autorizado o seu funcionamento. O Memorial continua realizando atividades de maneira virtual! Para não perder nada da nossa programação online acompanhe nossos canais de comunicação.

Esperamos ver todos em breve!