Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Memorial ParaTodos busca incluir e atrair pessoas com deficiências

Em meio a falas excludentes e depreciativas à população PCD, garantir acesso e inclusão se torna ainda mais necessário

Foto colorida de uma moça cadeirante tocando as mãos de um rapaz que usa um moletom com a logomarca do Memorial. Eles se olham nos olhos e ela sorri. Observando a cena, 2 mulheres sentadas em um banco de madeira.
Projeto de Acessibilidade Memorial ParaTodos

Distantes de encontrar problemas na diversidade de corpos que nos cercam, cada vez mais buscamos o “inclusivismo”. Mas afinal o que é inclusivismo? Para nós do Memorial da Resistência significa tornar acessível um espaço tão importante para a história brasileira a qualquer pessoa.

Em tempos em que crianças com deficiência são identificadas como empecilho para o avanço e a qualificação da educação inclusiva, instituições culturais e sociais oferecem uma alternativa capaz de integrar e possibilitar o ensino.

Pensando nisso, o Memorial criou em 2014 o programa Memorial ParaTodos para incluir e atrair pessoas com deficiências ao museu. Desde então, parte de nossos espaços, exposições e atividades educativas e culturais são pensadas para as especificidades deste público diverso, explorando suas capacidades sensoriais e emocionais e respeitando sua autonomia.

Além das questões estruturais, o Memorial ParaTodos elabora visitas pensando nas especificidades de cada perfil de pessoa com deficiência. O programa conta com educadores(as) capacitados para proporcionar a melhor experiência para todos(as) que visitam nosso espaço.

Atualmente nosso Curso Intensivo de Educação em Direitos Humanos conta com janela de Libras, legendas em português e áudio descrição. No que diz respeito a comunicação online, nosso site e nossas redes sociais estão em constante aperfeiçoamento para que possibilitar o melhor acesso ao nosso conteúdo e programação.

“Também somos pioneiros em acessibilizar a pesquisa autônoma ao nosso acervo. O programa Lugares da Memória, tem hoje mais de 250 lugares que estão com toda sua iconografia descrita para pessoas com deficiência visual. Até o final de 2021, teremos a versão resumida de 15 entrevistas vinculadas ao programa Coleta Regular de Testemunhos disponíveis com janela de Libras e legendagem em português, inglês e espanhol. Todas essas ações são realizadas porque acreditamos em todos os indivíduos e suas infinitas capacidades”, diz Daniel Gonzales, educador do Memorial da Resistência responsável pelo programa de acessibilidade.

Convidamos vocês a conhecerem nosso programa de acessibilidade que foi e ainda é construído em parceria com a comunidade de pessoas com deficiência, sempre seguindo o lema: “nada para nós sem nós”. Buscamos acolher a maior diversidade possível de pessoas e, assim, resistimos juntos!

Para saber mais sobre o programa, entre em contato através do e-mail: acessibilidade@memorialdaresistenciasp.org.br. Mas lembramos que as visitas estão suspensas devido a pandemia de Covid-19.

Memorial Temporariamente Fechado

Seguindo as orientações do Plano São Paulo de combate à pandemia, o Memorial está fechado para atividades presenciais até que seja autorizado o seu funcionamento. O Memorial continua realizando atividades de maneira virtual! Para não perder nada da nossa programação online acompanhe nossos canais de comunicação.

Esperamos ver todos em breve!