Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Sábado Resistente discute o movimento Diretas Já e Assembleia Constituinte

Evento aconteceu no dia 21 de maio no auditório do museu e com transmissão ao vivo

Comício das Diretas em 1984. Créditos: Arquivo Público do Estado de São Paulo.

No dia 21 de maio aconteceu o terceiro Sábado Resistente do ano, sob o tema O movimento das Diretas Já e os debates da Assembleia Constituinte. O evento discutiu as mobilizações pelas eleições diretas, organizadas pela sociedade civil e movimentando milhões de pessoas em comícios e passeatas pelo país. 

O tema faz parte do eixo que guia a programação de 2022, A construção da Cidadania no Brasil, que tem como objetivo discutir a historicidade dos processos de construção da cidadania do povo brasileiro, marcada por lutas sociais e repressões políticas.  

O evento foi realizado em formato híbrido, e pôde ser acompanhado presencialmente ou através do Facebook e Youtube do Memorial. 

Convidados: 

Belisário dos Santos Junior – Advogado especialista em Direito Administrativo e em Legislação Penal Especial. Integra a Comissão de Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns, preside a Comissão de Direitos Humanos do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP) e é membro do comitê executivo da Comissão Internacional de Juristas em Genebra, na Suíça. 

Aldo Arantes – Advogado e mestre em Ciências Políticas. Foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) em julho de 1961. Após o Golpe Militar em 1964, exilou-se em Montevidéu. A partir de 1965, foi Coordenador da Ação Popular (AP). Exerceu o mandato de deputado federal por quatro vezes, sendo constituinte em 1988. 

Thiago Braz – Bacharel e licenciado em Filosofia. Especializado em ensino de Sociologia, é professor na disciplina Projeto de Vida do Colégio Pentágono. Desenvolve um trabalho de formação socioemocional com alunos, discutindo a necessidade de valorizar o ambiente democrático. 

Mediação: Silvia Barbara – Diretora do Sindicato dos Professores de São Paulo (Sinpro/SP) e responsável pela Comunicação da Casa de Cultura (SinproCultura). 

Assista ao evento completo