Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Memorial na campanha Sonhar o Mundo 2021

Programação inclui rodas de conversa com convidadas e vídeos sobre Educação em Direitos Humanos que enfatizam o recorte temático da campanha

O Memorial participa em dezembro da campanha Sonhar o Mundo, promovida anualmente pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado de São Paulo. A proposta é de articular os museus paulistas na promoção de atividades e reflexões acerca dos Direitos Humanos, que neste ano se voltam para o tema: “Soluções sistêmicas para o futuro que queremos: mulheres”.

A campanha ocorre em comemoração à semana dos Direitos Humanos, entre 06 e 10 de dezembro. O Memorial participa com três atividades online a fim de refletir sobre os direitos humanos, partindo da perspectiva de gênero e das violações de direitos das mulheres no período da ditadura até os dias atuais.

Confira a programação:

VÍDEOS EDUCATIVOS DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E RELAÇÃO DE GÊNERO
Um conjunto audiovisual, composto por cinco vídeos de curta duração, que compõem material didático e introduzem a temática sobre Educação em Direitos Humanos a partir de discussões pautadas pelas relações de gênero, violações de direitos das mulheres (Ditadura Civil-Militar e atualidade) e temas correlatos para o público de perfil diverso. Os vídeos são desdobramentos das discussões realizadas durante o Curso Intensivo de Educação em Direitos Humanos e contam com professores convidados que tratam dos temas a partir de uma questão disparadora. Confira os temas e convidados:

Qual a importância da Educação em Direitos Humanos para a promoção da equidade de gênero?
Convidada: Profa. Rayssa Carnaúba – Doutoranda em Ciências Sociais (UPorto) e Professora da Secretaria Estadual de Educação do Distrito Federal (SEEDF).

Por que é importante garantir o Direito à Memória e à Verdade sobre a violação de direitos das mulheres durante a Ditadura?
Convidada: Profa. Alessandra Gasparotto – Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Em que medida a Educação em Direitos Humanos possibilita que a mulher seja reconhecida como sujeito de direito?
Convidada: Profa. Helena Cristina G. Q. Simões – Universidade Federal do Amapá (UNIFAP).

Como a Ditadura interferiu nas políticas de promoção da igualdade racial, principalmente, em relação às mulheres negras?
Convidado: Prof. Cleber Santos Vieira – Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Qual a importância de trabalhar com projetos de Educação em Direitos Humanos na educação formal, principalmente, no que tange aos desafios postos pelas relações de gênero?
Convidado: Prof. Marcelo Henrique Leite – Doutorando em História – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e professor da Educação Básica.

Onde assistir: todos os vídeos estão disponíveis no Youtube e nas redes sociais do Memorial.
Acessibilidade: Sim, com janela de Libras.

RODA DE CONVERSA COM DULCE MUNIZ – Violações de direitos das mulheres na Ditadura Civil-Militar
Como a questão de gênero interferiu no tratamento das presas políticas no período da ditadura? Como era ser mulher e construir a resistência diante de um Estado opressor? Conheça Dulce Muniz, atriz e ex-presa política, onde ela contará um pouco da sua experiência sobre violações de direitos e questão de gênero no período da ditadura civil-militar.

Mediação: Ana Carolina Ammon.
Convidada: Dulce Muniz.
Onde: transmissão ao vivo via plataforma Zoom.
Quando: 08/12/2021 – 15h às 17h.
Inscrição: Acesse nosso formulário para se inscrever, clique aqui.
Vagas: 100

RODA DE CONVERSA COM CARMEN SILVA E ELIANA TOSCANO – Violações de direitos das mulheres na atualidade: experiências de luta por moradia, cárcere e vivência no território (Luz/Santa Ifigênia)
Como é ser mulher em territórios vulnerabilizados? Quais são as lutas que as mulheres do centro da cidade de São Paulo enfrentam hoje? Como as questões de gênero atravessam as violações de direitos? Conheça e converse com Carmen Silva, líder do Movimento dos Sem Teto do Centro e com Eliana Toscano, empreendedora social que atuou na Secretaria de Direitos Humanos da cidade de São Paulo e ex-moradora das ruas de São Paulo.

Mediação: Ana Carolina Ammon e Aléxia Sayuri Hino.
Onde: transmissão ao vivo via plataforma Zoom.
Quando: 09/12/2021 – 15h às 17h
Inscrição: Acesse nosso formulário para se inscrever, clique aqui.
Vagas: 100