Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Últimos dias para visitar Orgulho e Resistências: LGBT na ditadura

Exposição fica em cartaz no Memorial da Resistência até o dia 17 de maio

Fotografia do espaço expositivo onde se observa um dos módulos da exposição. No canto esquerdo da foto, há um arquivo cinza escuro em metal com mini gavetas abertas e também um painel vermelho com um abertura, de frente a ele há um banco de madeira. Ao fundo da foto, vemos dois painéis: um rosa choque bem ao fundo com uma fotografia em preta e branco, e outro painel um pouco mais a frente de coloração vermelha escrito no canto superior esquerdo: “Os corpos e a polícia” com um texto logo abaixo e uma foto grande em preto e branco de uma grupo de pessoas no canto direito do painel. Do lado direito da foto, se observa um painel vermelho mais estreito suspenso por estruturas de metais brancas, dentro do painel há uma sequência de fotos em preto e branco. Ao lado desse painel há também uma vitrine de estrutura metálica branca com vidro. O chão da exposição é de madeira.
Vista da exposição “Orgulho e Resistências: LGBT na ditadura”. Foto: Romulo Fialdini

Os visitantes do Memorial têm mais alguns dias para conferir a exposição Orgulho e Resistências: LGBT na Ditadura, em cartaz até o dia 17 de maio de 2021.

Realizada em parceria com o Museu da Diversidade Sexual e com curadoria de Renan Quinalha, a mostra faz um recorte histórico sobre as relações entre autoritarismo, diversidade sexual e gênero durante a ditadura civil-militar (1964-1985).

Além de demonstrar a narrativa da repressão durante o período, a exposição se volta também às ações de resistência e nos convida a conhecer bairros do centro de São Paulo sob a ótica do movimento LGBT. São exibidas obras literárias, cartazes de peças de teatro, músicas, filmes, fotografias e materiais que confrontavam a censura na época, além de documentos oficiais da ditadura. Dentre os destaques estão fotografias de Vânia Toledo e um desenho inédito da cartunista Laerte Coutinho.

O catálogo digital da mostra pode ser conferido aqui. Para fazer sua visita, confira as datas disponíveis pelo site.

A Casa 1 também tem realizado uma série de conteúdos online sobre os temas da exposição. Visite o site do Instituto Temporário de Pesquisa sobre Censura para acessar o material digital, que inclui vídeos, textos e áudios-relatos.

Memorial Temporariamente Fechado

Seguindo as orientações do Plano São Paulo de combate à pandemia, o Memorial está fechado para atividades presenciais até que seja autorizado o seu funcionamento. O Memorial continua realizando atividades de maneira virtual! Para não perder nada da nossa programação online acompanhe nossos canais de comunicação.

Esperamos ver todos em breve!