Personalização

Acessibilidade

Idioma do site

Próximo Sábado Resistente debate os desafios da nova legislatura

Último Sábado Resistente do ano discute o papel das instituições governamentais na construção de políticas públicas contra os retrocessos

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Com o tema Balanço das eleições e os desafios da nova legislatura, a segunda edição da atividade no mês acontece no dia 19 de novembro, a partir das 14 horas, e pretende discutir o papel das instituições governamentais para que os retrocessos sofridos nos últimos anos, nos campos da segurança pública, educação, cultura, saúde e direitos humanos, possam ser interesse de novas políticas públicas.

A atividade compõe o eixo que guia a programação do ano, A construção da Cidadania no Brasil, que tem como objetivo discutir a historicidade dos processos de construção da cidadania do povo brasileiro, marcada por lutas sociais e repressões políticas.

O evento será realizado em formato híbrido, e pode ser acompanhado presencialmente ou através do Facebook do Memorial e dos canais do Núcleo Memória e do Tutaméia. Não é necessária inscrição nem retirada de ingressos para a participar do evento.

Programação

14:10 – 14:20 | Palavras de boas-vindas – Ana Pato (Coordenadora do Memorial da Resistência) e de Oswaldo Oliveira Santos Jr. (Núcleo Memória)
14:20 – 15:30 | Formação da mesa e palavras dos convidados
15:30 – 16:30 | Debate

Convidados

Eleonora Lucena – Jornalista e historiadora formada na UFRGS, atuou em publicações da imprensa alternativa no período da ditadura militar e em empresas como Zero Hora e Folha de São Paulo. Na Folha trabalhou por 32 anos, tendo exercido a função de editora executiva entre os anos de 2000 a 2010. Com Rodolfo Lucena, criou o TUTAMÉIA em 2018.

Gilberto Maringoni –Tem doutorado em História Social pela USP e graduação em Arquitetura pela FAU USP, é jornalista, e leciona Relação Internacionais na UFABC.

Juliana Cardoso- Educadora e ativista de origem indígena, iniciou seus trabalhos políticos nas Comunidades Eclesiais de Base. Vereadora pelo Partido dos Trabalhadores na cidade de São Paulo e reeleita nas eleições de 2022.

Paula Nunes – Ativista e advoga, tendo a segurança pública como uma de suas principais pautas. . Participa da Marcha de Mulheres Negras de São Paulo e ajudou a construir diversos outros grupos de combate ao racismo na cidade, como a Coalizão Negra por Direitos e o Comitê Contra o Genocídio da Juventude Negra. Atualmente se elegeu Co-deputada estadual junto com a Bancada Feminista pelo PSOL.