Personalização

Acessibilidade

Foto em preto e branco de rua de paralelepípedos com árvores em sua extensão nas laterais das calçadas. No meio fio estacionado na lateral esquerda, um fusca de cor escura com as portas abertas. A direita uma. caminhonete antiga. Marcada com caneta vermelha sobre a foto, algumas setas e o escrito “Alameda Casa Branca”.
Registro da ação policial do Deops/SP para a emboscada de Carlos Marighella, assassinado na Alameda Casa Branca no dia 04 de novembro de 1969. Crédito: Arquivo Público do Estado de São Paulo.
Foto preta e branca de rua de paralelepípedos e largura para 3 carros. Há árvores em sua extensão e carros estacionados nas guias. Podemos identificar dois: um fusca estacionado na transversal na lateral direita e um Cadillac estacionado na lateral esquerda.
Posição dos carros usados na Alameda Casa Branca durante a ação do Deops/SP. Crédito: Arquivo Público do Estado de São Paulo.
Prontuário de Carlos Marighella após sua prisão em 1939 pela polícia política de São Paulo, sendo encaminhado para o Deops/SP. Crédito: Arquivo do Estado de São Paulo.
Foto colorida que mostra uma rua cheia de carros. Na calçada 10 pessoas em volta de uma pedra de cor cinza com altura aproximada do chão até o umbigo de uma pessoa. Encrustrada nesta pedra há uma placa. Ao lado um tronco de árvore.
Memorial Carlos Marighella, inaugurado em 1999 na Alameda Casa Branca. O monumento foi vandalizado em diversas ocasiões por defensores da ditadura civil-militar. Crédito: Gabriela Beraldo. Núcleo Memória.
Foto colorida de 9 pessoas reunidas em uma calçada. Todos estão próximos de uma pedra com cerca de 1 metro de altura, que está localizada ao lado de uma árvore. Na rua, atrás das pessoas, é possível ver 3 carros, sendo 2 estacionados e 1 em movimento.
Membros do Levante Popular da Juventude em ato realizado em 2017 em frente ao monumento em homenagem a Carlos Marighella na Alameda Casa Branca. Crédito: Gabriela Beraldo. Núcleo Memória
Foto colorida de pessoas conversando em frente ao portão de um prédio. Um homem de jaqueta verde fala. Um senhor atrás dele olha para frente com um semblante sério. Uma senhora de cabelos brancos sentada em uma cadeira de rodas observa com atenção.
Em segundo plano, Clara Charf e Carlinhos Marighella em ato homenageando Carlos Marighella em 2017. Crédito: Gabriela Beraldo. Núcleo Memória.

Alameda Casa Branca

Memorial Temporariamente Fechado

Seguindo as orientações do Plano São Paulo de combate à pandemia, o Memorial está fechado para atividades presenciais até que seja autorizado o seu funcionamento. O Memorial continua realizando atividades de maneira virtual! Para não perder nada da nossa programação online acompanhe nossos canais de comunicação.

Esperamos ver todos em breve!